segunda-feira, janeiro 14, 2008

Ondas de Paixão


Rendi-me.
As implacáveis ondas de paixão que enviaste subjugaram-me totalmente.
Entrego-me a ti, incondicionalmente.
Vais usar palavras ternas, submeter-me a inimagináveis torturas de prazer, fazer-me perder o juízo, devorar-me, jorrar em mim o teu mel quente… E vais aprisionar-me entre as tuas pernas.

Então, confessarei a urgência desesperada de ser teu. Sem limites, gemendo de amor por ti, com suspiros sensuais, beijos ardentes e delirantes de línguas que se enlaçam, enquanto o corpo arde de desejo.
E dentro de ti, com toda a resistência derrotada pelos delírios febris da paixão, venho-me... liberto-me completamente.

Hoje desejo-te, hoje desejo-te tanto…



Toni
Foto retirada da net

1 comentário:

Feiticeira disse...

Também me rendi, contigo neste texto! É muito bonito, continua a escrever. Parabéns!