terça-feira, fevereiro 03, 2009

Quero-te minha



Percorro com a língua, o caminho até ao teu sexo.
Desço entre as tuas mamas e traço uma linha molhada na tua pele macia.
Paro no teu umbigo, onde penetro e fico circundando.
A minha língua quente, continua.
Entre as tuas pernas, sinto o teu cheiro, beijando, mordiscando. Suspiros saem da tua boca.
O aroma que emana do teu sexo, o gosto do teu prazer, faz-me sentir tanto desejo de ti.
A tua boca, entreaberta de desejo, geme as tuas vontades. Abres completamente as pernas, desejando mais prazer.
A minha língua desliza no interior das tuas coxas, percorre-te totalmente as virilhas, subindo e descendo.

À porta do teu sexo, a boca enlouquecida, distribui beijos por toda a parte.
A língua sobe e desce por entre os lábios, descobrindo toda a extensão do paraíso.
Força a entrada para dentro de ti, entra e sai, num vai e vem que aumenta o teu prazer. Sai e sobe, em busca do teu clitoris, para chupar, lamber e voltar a chupar.
E tu meu amor, gemes de tesão enquanto brinco no teu clitoris intumescido.
Lambo-te, chupo-te, até que entregas na minha boca, enlouquecida, descontrolada, saciada, a abundância do teu mel, que eu tanto gosto...



Toni
Foto retirada da net

2 comentários:

Feiticeira disse...

Depois de ler este texto tão lindo, tão sentido, tão excitante, com tanto amor, com tanto desejo, com tanta paixão, tão real, que posso dizer para alem de Amei e Adorei?!?!

Anónimo disse...

E vem-nos à memória uma frase batida..