sexta-feira, dezembro 20, 2013

quarta-feira, dezembro 18, 2013

quarta-feira, dezembro 04, 2013

Fortuna é



Fortuna é ter sempre ambições,
Fortuna é um arquivo de emoções.

Ser simplesmente
Código diferente,
Amealhar toda a gente...

Fortuna é um cofre forte de visões,
Fortuna é um banco de memorizações.

Juro presente,
Vale pendente,
Conta corrente de alguém
Que sabe que a vida é um empréstimo banal
E a morte apenas o preço, o preço final

Fortuna é monopólio de ilusões,
Fortuna é um cheque de ilustrações.

Ser simplesmente
Código diferente,
Amealhar toda a gente
Que sabe que a vida é um empréstimo banal
E a morte apenas o lucro, o lucro final

Fortuna é ter sempre ambições,
Fortuna é um arquivo de emoções.

Juro presente,
Vale pendente,
Conta corrente de alguém
Que sabe que a vida é um empréstimo banal
E a morte apenas o preço, o preço final,
Que sabe que a vida é um empréstimo banal
E a morte apenas o lucro, o lucro final.


Rui Reininho
Foto retirada da net

segunda-feira, dezembro 02, 2013




Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.


Vinícius de Moraes
Imagem retirada da net

sexta-feira, novembro 29, 2013

Vincent - Tim Burton




Vincent Malloy is seven years old
He’s always polite and does what he’s told
For a boy his age, he’s considerate and nice
But he wants to be just like Vincent Price

He doesn’t mind living with his sister, dog and cats
Though he’d rather share a home with spiders and bats
There he could reflect on the horrors he’s invented
And wander dark hallways, alone and tormented

Vincent is nice when his aunt comes to see him
But imagines dipping her in wax for his wax museum

He likes to experiment on his dog Abercrombie
In the hopes of creating a horrible zombie
So he and his horrible zombie dog
Could go searching for victims in the London fog

His thoughts, though, aren’t only of ghoulish crimes
He likes to paint and read to pass some of the times
While other kids read books like Go, Jane, Go!
Vincent’s favourite author is Edgar Allen Poe

One night, while reading a gruesome tale
He read a passage that made him turn pale

Such horrible news he could not survive
For his beautiful wife had been buried alive!
He dug out her grave to make sure she was dead
Unaware that her grave was his mother’s flower bed

His mother sent Vincent off to his room
He knew he’d been banished to the tower of doom
Where he was sentenced to spend the rest of his life
Alone with the portrait of his beautiful wife

While alone and insane encased in his tomb
Vincent’s mother burst suddenly into the room
She said: “If you want to, you can go out and play
It’s sunny outside, and a beautiful day”

Vincent tried to talk, but he just couldn’t speak
The years of isolation had made him quite weak
So he took out some paper and scrawled with a pen:
“I am possessed by this house, and can never leave it again”
His mother said: “You’re not possessed, and you’re not almost dead
These games that you play are all in your head
You’re not Vincent Price, you’re Vincent Malloy
You’re not tormented or insane, you’re just a young boy
You’re seven years old and you are my son
I want you to get outside and have some real fun.”

Her anger now spent, she walked out through the hall
And while Vincent backed slowly against the wall
The room started to swell, to shiver and creak
His horrid insanity had reached its peak

He saw Abercrombie, his zombie slave
And heard his wife call from beyond the grave
She spoke from her coffin and made ghoulish demands
While, through cracking walls, reached skeleton hands

Every horror in his life that had crept through his dreams
Swept his mad laughter to terrified screams!
To escape the madness, he reached for the door
But fell limp and lifeless down on the floor

His voice was soft and very slow
As he quoted The Raven from Edgar Allen Poe:

“and my soul from out that shadow
that lies floating on the floor
shall be lifted?
Nevermore…”


quarta-feira, novembro 20, 2013

Meu Amor, quero...

 

 
Saciar a vontade de, no auge do desejo, rechear-te de amor intensamente ejaculado.
 
 
Toni
Foto retirada da net
 

quarta-feira, novembro 13, 2013

Apeteces-me...




Na urgência do desejo,
No fogo da paixão,
No calor do amor.


Toni
Imagem retirada da net

sexta-feira, novembro 08, 2013

Meu amor, meu Amado, vê...




Meu amor, meu Amado, vê... repara:
Pousa os teus lindos olhos de oiro em mim,
- Dos beijos de amor Deus fez-me avara
Para nunca os contares até ao fim.

Meus olhos têm tons de pedra rara
- É só para teu bem que os tenho assim -
E as minhas mãos são fontes de água clara
A cantar sobre a sede de um jardim.

Sou triste como folha ao abandono
Num parque solitário, pelo Outono,
Sobre um lago onde vogam nenúfares...

Deus fez-me atravessar o teu caminho...
- Que contas dás a Deus indo sozinho,
Passando junto a mim, sem me encontrares? -


Florbela Espanca
Foto retirada da net

segunda-feira, novembro 04, 2013

Bom dia meu Amor



Meu Amor, quero-te lamber toda.
Quero que seja a minha boca e língua a acordar os teus gemidos de prazer, de paixão, de tesão.
Vem-te na minha boca. Deixa-me deliciar com o teu sabor.


Toni
Imagem retirada da net




sexta-feira, novembro 01, 2013





Every atom of my heart is loving you right now.


Imagem retirada da net


quarta-feira, outubro 23, 2013




Imaginem a vida como um jogo cujo objetivo é manter permanentemente cinco bolas no ar.
As bolas representam o Trabalho, a Família, a Saúde, os Amigos e a Motivação.

Depressa vão descobrir que o trabalho é uma bola de borracha. Se a deixarem cair ela vai saltar e voltar. 

Mas as outras quatro bolas, Família, Saúde, Amigos e Motivação, são feitas de vidro. Se deixarem cair uma delas, ficará irremediavelmente danificada, marcada, fendida ou mesmo destruída. Nunca mais será como dantes. Percebam isso e lutem para as manter intactas.

Trabalhem eficientemente durante o horário de trabalho e saiam a horas. Deem o tempo necessário à vossa família, amigos e descansem convenientemente.

Só se dá o devido valor ao que tem valor, se o seu valor for valorizado.



Imagem retirada da net
Tradução (muito) livre de Toni


quarta-feira, outubro 09, 2013

As três cores: Azul




Na minha opinião, o melhor filme da triologia.
Para ver e rever.


Relizador: Krzysztof Kieslowski
Música: Zbigniew Preisner

quarta-feira, outubro 02, 2013

Tougher than the Rest



It’s Saturday night
You’re all dressed up in blue
I been watching you awhile
Maybe you been watching me too
So somebody ran out
Left somebody’s heart in a mess
Well if you’re looking for love
Honey I’m tougher than the rest

Some girls they want a handsome Dan
Or some good-lookin’ Joe, on their arm
Some girls like a sweet-talkin’ Romeo
Well ’round here baby
I learned you get what you can get
So if you’re rough enough for love
Honey I’m tougher than the rest

The road is dark
And it’s a thin thin line
But I want you to know I’ll walk it for you any time
Maybe your other boyfriends
Couldn’t pass the test
Well if you’re rough and ready for love
Honey I’m tougher than the rest

Well it ain’t no secret
I’ve been around a time or two
Well I don’t know baby maybe you’ve been around too
Well there’s another dance
All you gotta do is say yes
And if you’re rough and ready for love
Honey I’m tougher than the rest
If you’re rough enough for love
Baby I’m tougher than the rest


Bruce Springsteen - Tunnel of Love

sexta-feira, setembro 27, 2013

Fome de ti

 

 
 
 
Meu Amor, deixas-me cheio de desejo, de paixão, de amor...
 
 
Toni
Imagens retiradas da net

sexta-feira, setembro 13, 2013




Se pudesse dominar o mundo teria de ser assim:
Teus olhos fechados para todos,
abertos só para mim...


Autor desconhecido
Foto retirada da net


segunda-feira, setembro 09, 2013




Ama como se fosse para sempre. E quando se ama, naquele exato segundo em que se ama, tem de se acreditar que é para sempre. Mais: tem de se ter a certeza de que é para sempre. Amar, mesmo que por segundos, mesmo que por instantes, é para sempre. E é isso, essa sensação de segundos ou de minutos ou de dias ou de horas ou de anos ou meses, que é para sempre. Ama. Ama por inteiro. Ama sem nada pelo meio. Ama, ama, ama, ama.

Ama. Porque é só por aquilo que te faz perder a respiração que vale a pena respirar.


Pedro Chagas Freitas
Imagem retirada da net

quarta-feira, setembro 04, 2013

A gente vai continuar



Tira a mão do queixo não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas pra dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem á batota
Chega a onde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota

Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
A liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo


Jorge Palma

quarta-feira, julho 31, 2013

Naquela noite de Amor


Cheguei-me a ti, beijei-te o pescoço, acariciei-te o cabelo, puxei-te para mim. Tu deixaste que a minha boca e língua explorassem a tua.
Beijei-te apaixonadamente e as minhas mãos começaram a percorrer o teu corpo.


As nossas línguas estavam em perfeita sintonia.
Apertaste-me com as tuas pernas, uma de cada lado do meu corpo. A minha boca desceu pelo teu pescoço. Beijei-te as mamas, enquanto as acariciava. Gemeste.

Subi pelo teu pescoço, as nossas bocas colaram-se novamente. Despi-te as cuecas. Acariciei-te as coxas. Gememos de bocas unidas.

Desci lentamente pela tua coxa, procurei o teu sexo. Introduzi um, depois outro dedo em ti. A minha boca devorava-te o pescoço, mordia e chupava-te a orelha, descia deixando rastros de beijos na tua barriga, umbigo, virilha. Sentiste a minha língua entrar e sair de dentro de ti. Gemias muito, quase gritavas.


Não há palavras que descrevam como foi ouvir-te assim. Simplesmente enlouqueceste-me de paixão.
Encaixei-me entre as tuas pernas. Beijei-te amorosamente, entrei em ti devagar delirando na carícia aveludada com que me fazes teu.
Gememos juntos. Agora precisava de ti e beijava-te intensamente.

Com as nossas bocas envolvidas em mais um beijo, enlaçaste as pernas em volta de mim, deixaste-me entrar mais fundo.
Eu gemia na tua boca, perdido de amor por ti, louco de paixão, enlouquecido de desejo.
Sentiste-me bem fundo, a possuir a mulher da minha vida, enquanto me davas o mais divinal prazer, impossível de aguentar.


Gemi e gritei o teu nome, estremeci violentamente quando te enchi de esperma quente e espesso. Extremamente ofegante, dentro de ti, beijei-te docemente, sussurrei-te ao ouvido: "Amo-te tanto querida!"


Toni
Imagens retiradas da net

segunda-feira, julho 29, 2013

Quero



Perguntar-te - "Como foi o teu dia meu amor?"

Sussurrar-te - "Tens Amor à tua espera."

Dizer-te - "Amo-te, minha Delícia."

Deixar acontecer Amor entre nós.

Possuir a mulher da minha vida.

Gemer o teu nome.

Ser todo teu.

 
Toni
Foto retirada da net
 

sexta-feira, julho 26, 2013

quarta-feira, julho 17, 2013

Acordar-te...




Começar o dia amando a mulher da minha vida.
Entregar-me a ti por amor,
Entregar-te o meu amor.
Querer-te minha.
Ser todo teu.
Amo-te.


Toni
Fotos retiradas da net