quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Amar


Fechei os olhos para não te ver
e a minha boca para não dizer...

E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada nasceram sussurros
e palavras mudas que te dediquei...



Mário Quintana
Foto retirada da net

3 comentários:

Sedentário disse...

O verbo AMAR carrasco dos olhos e do coração. Abraços!

Anónimo disse...

Porque falas de politica se és tão mais interessante a falar de Amor??

Feiticeira disse...

Concordo!!!!