segunda-feira, março 09, 2009

Filha de duas Mães




filha de duas mães
adoro vesti-las de igual
tenho andado à tua procura
para te amar

sobre a mesa posta
sem nenhuma vaidade
ensinar-te-ei meu amor
a praticar a caridade

nunca direi saudade
ligo pouco ao que se diz
mas não levo muito a mal
a ideia de ser feliz



A Naifa - Uma Inocente Inclinação para o Mal

1 comentário:

lumenamena disse...

Poema lindo que soa bem ouvir e apreciar a todo o momento. A Naifa, procurada sem vaidade, mas desejando ser feliz. Lindíssimo!
Bem haja