terça-feira, maio 13, 2008

Esperas-me nua


Agora, não tens nada vestido. Esperas-me nua.
Decidiste que me deixas escrever no teu corpo, a mais bela história de amor.
Então, deixaste as minhas palavras procurarem a tua boca, deslizar pelas tuas mamas, pelo teu rosto...
Quiseste senti-las a molharem-te, a entrarem em ti.
E a história que vou escrevendo já nos enlouquece, com frases que te beijam, que te lambem, que te penetram, alisam e sugam o teu sexo cheio de tesão.
Acabo por te invadir, com exclamações que deslizam por entre as tuas pernas e te possuem cheias de amor.

Não me controlo mais, não quero e nem consigo. Então, todo o meu texto, mergulhado dentro de ti, explode em expressões sem sentido, ao ser devorado por ti com tanta paixão.


Toni
Foto retirada da net

2 comentários:

Morena disse...

Que lindo texto Toni!!
Um homem que me queira assim, pode escrever no meu corpo todas as histórias de amor que quiser.

Feiticeira disse...

Sim é um texto tão...... Tão bonito, tão sentido, tão excitante! Concordado com a Morena,sim,eu também deixaria que me escrevessem todas as histórias de amor em meu corpo, para ser depois então devorado por mim com muito amor, paixão e desejo.