segunda-feira, março 17, 2008

Modo de amar X


A praia da memória
a sulcos feita
a partir da cintura:

a boca
os ombros

na tua mansa língua que caminha
a abrir-me devagar
a pouco e pouco

Globo onde a sede
se eterniza
Piscina onde o tempo se desmancha
a anca repousada
que inclinas
as pernas retezadas que levantas

E logo
são os dentes que limitam

mas logo
estão os labios que adormentam
no quente retomar de uma saliva
que me penetra em vácuo
até ao ventre

o vínculo do vento
a vastidão do tempo

o vício dos dedos
no cabelo

E o rigor dos corpos
que já esquece
na mais lenta maneira de vencê-los



Maria Teresa Horta
Foto retirada da net

1 comentário:

feiticeira disse...

Qual delas a melhor??? São todas muito boas, óptimas. São modos de amar muito bons!!! Muito excitantes, muito amadas, muito.... Pessoalmente gosto delas todas. Para duas pessoas que se amam, que se conhecem não será necessário nenhum nem qualquer tipo de palavras para dizer o que sentem um pelo outro.