segunda-feira, janeiro 21, 2008

São assim os sonhos


Se não formos audazes, o que não é sinónimo de irresponsabilidade, se não formos terrivelmente audazes com os nossos sonhos e não acreditarmos neles até os tornar realidade, então os nossos sonhos murcham, morrem, e, com eles, nós também.


in "O Poder dos Sonhos" - Luis Sepúlveda
Imagem retirada da net

2 comentários:

Feiticeira disse...

NÃO! Nunca deixes de sonhar,de acreditar, nunca deixes murchar os teus sonhos, tens que continuar vivo, acreditar nos sonhos e fazer com que realizem.

Anónimo disse...

Podemos até ser audazes e corajosos, mas há-de haver alguém que cobiçe os nossos sonhos e não olhe a meios para chegar ao fim.
Acho que o Toni deve escrever um livro com muitas das poesias que publica aqui, porque este é "disposable". Sem ofensa, bem ao contrário.